Hackers aproveitam falha do WhatsApp para aplicar golpes


Mais uma vez a vulnerabilidade no WhatsApp coloca em risco mensagens e arquivos enviados por usuários. Nesse último mês, mais dois golpes foram detectados: falha com gifs maliciosos e fraude de falsas vagas para trabalhar em creches. 

Falha de Gifs Maliciosos 

Hackers encontraram uma brecha na segurança do aplicativo, em que é possível invadir o conteúdo de chat da vítima convencendo-as a compartilhar um "GIF malicioso". O bug só tem força em aparelhos com sistema Android versão 8 e 9 – correspondente a quase 39% dos usuários do sistema. O pesquisador apelidado de "Awaken" descobriu a falha na plataforma e diz que o problema já é conhecido no meio de TI, chamado de “vulnerabilidade double free”, pelo seu funcionamento que acontece em duas fases.  

O Facebook já foi comunicado, corrigiu o problema e pede para que todos os usuários atualizem o sistema de seus aparelhos.  

Falsas vagas de auxiliar de creche  

Outra falha que aconteceu nas últimas semanas foi o anúncio da falsa vaga de auxiliar de creche, que tinha o objetivo de roubar as senhas de usuários do Facebook. Segundo o dfndr lab, o golpe acontecia com uma suposta vaga de emprego feita por meio de um cadastro online. O candidato preenchia um formulário e, na sequência, um link era enviado para que ele compartilhasse com sua rede de contatos. Por fim, o falso golpe solicitava que o candidato confirmasse e-mail e senha do Facebook e exigia o uso do código de acesso, que liberava ao hacker o acesso ao perfil da vítima. Mais de 1,7 milhão de acessos foram computados até a última semana. Por hora, são detectados 9 mil novos cliques no link fraudulento. 

Previna-se  

Fraudes circulam livremente nas redes sociais e atingem muita gente que não se atenta aos pequenos detalhes. Se prevenir e se educar é bem simples se você tomar algumas atitudes:  
  • Duvide de links suspeitos: quando a oferta é demais, até o santo desconfia.
  • Verifique os erros gramaticais: textos com muitas falhas são quase sempre fakes.
  • Sempre confirme em um site confiável ou da própria empresa se aquela informação é verídica.
  • Tenha sempre um antivírus de confiança no seu aparelho. 

Fonte: McAfee Network Associates Inc. © Copyright 2019.  Todos os Direitos Reservados.

Nenhum comentário: