BC possui planos de continuidade de negócios com cenário para enfrentar pandemia


Enquanto diversas empresas e órgãos públicos começaram a adotar o teletrabalho como forma de reduzir o contato social de seus funcionários durante a elevação dos casos de contágio por coronavírus, o Banco Central informou nesta segunda-feira, 16, que possui planos de continuidade de negócio atualizados com o cenário de enfrentamento de pandemia e aptos à imediata ativação.
“Em caso de necessidade, as unidades deverão adotar as medidas necessárias para preservar serviços essenciais ou estratégicos, acionando, se necessário, seus planos de contingência. Esses planos podem presumir trabalho remoto em menor ou maior escala”, informou a autoridade monetária, após ser consultada pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.
O BC informou ainda que, a partir desta segunda-feira, servidores, contratados e estagiários podem ser dispensados do controle de ponto para trabalharem de maneira remota por até 30 dias, conforme as diretrizes dadas pela Secretaria de Gestão de Pessoas do Ministério da Economia.
A medida vale para funcionários com doenças crônicas ou cujos familiares que habitam na mesma residência tenham doenças crônicas, incluindo diabetes, bem como as gestantes e lactantes e as pessoas com idade superior a 60 anos.
O trabalho remoto, contudo, ocorrerá “apenas nos casos em que não haja prejuízos às atividades desenvolvidas no setor, cabendo aos chefes imediatos resguardar o quantitativo mínimo de servidores para garantir a manutenção do atendimento presencial e a preservação do funcionamento dos serviços considerados essenciais ou estratégicos”, conclui o BC.
Fonte: Portal Isto É Dinheiro.
everyti.com.br

Nenhum comentário: