O compliance e a proteção de dados em meio à crise do coronavírus

A chegada do surto do Coronavírus no Brasil alterou a rotina do país, das escolas ao comércio, do campo à cidade, das famílias ao ambiente corporativo. Atendendo às recomendações da Organização Mundial de Saúde e das autoridades públicas, muitas empresas reduziram o número de funcionários na operação fabril e determinaram o home office (trabalho de casa) para a equipe administrativa.
A expectativa é que com isso se consiga frear a disseminação do vírus e, ao mesmo tempo, manter a atividade econômica funcionando, ainda que com força e amplitude diminuída. Em meio a essa situação incomum de pandemia mundial e de trabalho em casa por um período ainda incerto, importante reforçar alguns pontos em relação a regras de conformidade que seguem imperativas mesmo com o trabalho à distância.
Pelo viés da compliance, importante considerar:
Mesmo trabalhando de casa (home office), todos os colaboradores devem manter a conformidade com as diretrizes do Código de Conduta da empresa, em todos os seus termos, mantendo um elevado padrão ético de trabalho, alinhado com as diretrizes legais, zelando pela imagem e integridade da empresa. Políticas institucionais, processos internos e instruções de trabalho também devem ser seguidas.
Será preciso mais atenção às determinações excepcionais de sua empresa em meio à crise sanitária vivenciada com a pandemia do Coronavírus, pois algumas de suas rotinas podem ser alteradas.
Se em momentos de crise o stress corporativo aumenta, todos devem zelar por um ambiente de trabalho respeitoso e saudável, e atenção redobrada na operação fabril: saúde, segurança e meio ambiente, sempre.
Sendo assim, havendo dúvidas sobre como se portar em uma situação excepcional ocasionada pela crise do Coronavírus e relacionada ao tema conformidade, institucional ou legal, o melhor a fazer é entrar em contato com o responsável pela área de Compliance, com o Departamento Jurídico ou com seu gestor.
Trabalho remoto exigirá uma atenção maior à Proteção de Dados:
Por sua vez, atenção também redobrada ao assunto Proteção de Dados, tema muito caro às rotinas corporativas, por ora desempenhadas de casa e não do escritório.
Se você ou sua equipe está trabalhando de casa, fiquem atentos para não compartilharem, ainda que involuntariamente, informações estratégicas da empresa dados dos clientes, fornecedores e colaboradores com seus familiares ou amigos.
Caso tenha à sua disposição um computador ou celular corporativo para o desempenho de suas funções, não utilize equipamentos particulares para executar seu trabalho; da mesma forma, utilize seu e-mail corporativo e não o particular para fins profissionais.
Se tiver levado para casa documentos contendo informações corporativas estratégicas ou dados de terceiros relevantes para seguir com seus afazeres, importante que zele pela integridade desse material evitando a perda ou divulgação acidental.
Atenção à utilização de redes de internet wi-fi públicas ou domésticas: reforce os sistemas de segurança nas redes, equipamentos e no armazenamento de dados. Da mesma forma, siga todas as recomendações de sua área de TI quando acessar sistemas e ambientes corporativos de forma remota, como o GED, via VPN.
Informações compartilhadas em reuniões virtuais via plataformas on-line também merecem atenção: certifique-se que todos os participantes podem ter acesso aos dados apresentados.
Por fim, neste momento social sui generis, importante manter um canal de comunicação constante e livre com a equipe, atendendo às demandas, liderando por exemplo, recomendando a todos muita calma, cuidados com a saúde, atenção e respeito às normas corporativas, inclusive as relacionadas à segurança da informação.
Fonte: Portal Estadão.

everyti.com.br

Nenhum comentário: